No caminho entre a Praia do Jabaquara (onde fica a pousada Hotel Brunello) e a Praia do Pontal e o Centro Histórico de Paraty você encontra o Forte Defensor Perpétuo. Chegar lá é fácil: basta subir o morro a pé, numa caminhada de 5 a 10 minutos por um agradável caminho cercado de mata. Lá no topo você encontrará uma bela vista de Paraty e sua baía, além da construção de 1793 onde funciona hoje o Museu do Forte Defensor Perpétuo.

O Forte foi construído no primeiro núcleo de povoamento da cidade de Paraty, no Morro da Vila Velha, para proteger dos piratas o escoamento do ouro da Estrada Real, assim como a produção de açúcar da região.

Com o declínio econômico de Paraty, ele ficou em ruínas até 1822, quando foi reconstruído e recebeu o nome atual em homenagem a Dom Pedro I, Imperador e Defensor Perpétuo do Brasil. Em 1836 o lugar passou por novas obras e nos anos 60 foi restaurado pelo IPHAN, tendo sido aberto à visitação na década de 70.

 

Em 1989, o espaço passou a abrigar o Centro de Artes e Tradições Populares, com exposições sobre a cultura caiçara. Atualmente, ainda podem ser observados os vestígios da antiga muralha de pedra junto a alguns canhões.

No acervo do museu se encontram itens como grandes tachos que eram usados para produção de açúcar e outras peças oriundas de fazendas na região de Paraty-Mirim, como tambores de Jongo utilizados no período colonial.

Localização: Morro da Vila Velha, s/nº, Pontal, Paraty-RJ

Visitação: de terça a domingo, das 9 às 12h e 13h às 17h.

Telefone: (24) 3373-1038

 
 
 

Testimonials

“É impossível ir e não gostar”

Meu lugar favorito de todo este Brasil é sem duvida Paraty E amooo a Pousada Brunello, o atendimento, o jeitinho caseiro e familiar de tudo ai. É impossível ir e não gostar. Obrigada por tornar sempre minha estadia maravilhosa. Eu indico para meus amigos e familiares de olhos fechados.

Karla Andrezza Rodriguês, São Paulo — Avaliou em 9 de junho de 2017